Profissão de respeito

junho 16, 2011 em Diário do Pereba

Estou terminando um tratamento dentário. Todo mundo sabe a agonia que é isso. Não tem macho nessa terra que não ameace se borrar todo quando chega perto da cadeira do miserável ou, na sala de espera fica escutando aquele motorzinho inventado pelo Diabo. Por conta disso, resolvi postar uma pequena homenagem a esse grupo de sádicos, torturadores, pessoas que adoram saber que o coitado do paciente quase morreu de tanta dor. Sem contar que ainda cobram uma fortuna pelo que eles chamam de tratamento. “Chamam”, porque de tramento esse negócio não tem nada. É tortura, mesmo.

Abre a boquinha, abre...

Você me respeite que eu sou um dentista! (Dentista se impondo sobre seu colega manicure!)

Fiz o vestibular pra medicina, mas só deu pra ser dentista. (99,9% dos dentistas sobre sua frustração!)

Ah, também vou botar Doutor no meu cartão de visitas. (99,9% dos dentistas sobre seu marketing!)

Sujeito que não foi inteligente o suficiente para ser médico, nem ignorante o suficiente para ser protético! (Opinião dos profissionais da saúde sobre Dentistas)

São tão respeitados quantos as manicures e as cabeleireiras. (Opinião pública sobre Dentistas)

É de comer ou de passar no cabelo? (Ronaldinho Gaúcho sobre Dentista)

Se pudesse eu arrancava MIL! (Dentista sobre Dentes)

Ele faz um excelente trabalho. (Capeta sobre Dentista)

Não vai doer nadinha. (Dentista sobre polimento dentário)

Algo semelhante a uma masmorra ou a um matadouro, onde voce ouve todos os gemidos e súplicas e sabe que será o próximo a sofrer. (Sobre a sala de espera do Dentista)

Massa de sabor horrível que serve para engasgar o paciente, escorrendo para a garganta e provocando asfixia. Também é útil para impedir que o paciente peça socorro surante as sessões de tortura. (Sobre moldagens com alginato)

Foram feitos para apodrecer e ferrar com a boca dos humanos. Quando nascem, reentortam os dentes, fazendo com que a pobre vítima faça novamente ortodontia, gerando um ciclo vicioso e maligno. (Sobre dentes do siso)

Tortura crônica que pode durar vários anos, causando sofrimento interminável para a pobre, frágil e indefesa vítima. O aparelho desenvolve também um trauma psicológico, pois seus usuários inevitavelmente ganham apelidos pejorativos. (Sobre ortodontia)

Especialidade dedicada às crianças para que se tornem adultos complexados e com medo de se tratar por toda a vida. (Sobre odontopediatria)

Método de tortura mais cruel. A vítima é torturada por várias semanas e por fim ainda sai com o dente amarelado. (Sobre endodontia)

É o método de tortura mais eficaz. A vítima escuta seus ruídos horripilantes já na sala de espera. O contato desse instrumento com o dente causa dor alucinante, em geral seguida de delírios e desmaios. (Sobre a broca)

O dentista recém formado trabalha 16 horas por dia quase de graça e reclama do patrão explorador. Quando ganha nome, ele se torna o patrão explorador. (Sobre a odontologia)

_____

Achei no www.netdentista.com

Compartilhe essa bagaça:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • MySpace
  • Google Bookmarks
  • Print

A ciência não tem limites #2

setembro 9, 2010 em Imagem do Dia

Este post é pra você, que tem aquele pequeno problema, que te faz perder horas suando no banheiro, até às vezes vertendo lágrimas de dor e desespero. Você, que viaja em pé num ônibus vazio, por conta da dor e do incômodo quando senta. Você, que usa uma almofada de gel no banco do carro, para poder dirigir se sentindo mais confortável. Enfim, foi descoberta a solução:

Não se iluda, as faíscas são de verdade

Tratamento encontrado nas melhores serralherias da cidade. Mas cuidado: se ao invés de uma esmerilhadeira, o serralheiro chegar perto com uma furadeira, já sabe, né? Adeus anel, adeus precioso!

Compartilhe essa bagaça:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • MySpace
  • Google Bookmarks
  • Print