Super poderes, raposa assada e o mulambo trifodex

maio 23, 2013 em Diário do Roger

Já dizia um sábio amigo meu: trabalhar em um sábado é coisa de nego fodido! E trabalhar no domingo então? E virar de domingo pra segunda-feira, sem ao menos assistir ao Domingão do Faustão? Isso é coisa de “trifodido”. É o “mulambo trifodex”!

Mas não basta ficar sem assistir as maravilhosas video-cassetadas que já foram vistas 2.000 vezes cada. Ainda tive aquela baita dor de barriga, com peidos cheirando à raposa assada. Me lembro como se fosse ontem (na verdade foi há 3 dias). Noite. Cagada. Trânsito. Sono. Comando da Polícia Militar. Tudo isso misturado a uma vontade avassaladora de cagar. Peguei a Dutra e dirigi à 160  km/h absolutamente dentro dos limites de velocidade. Há menos de 2 minutos da minha casa, me preparando psicologicamente para evacuar em poucos minutos, me deparo com aquilo que qualquer cú em estado de evacuação motorista bêbado  mais teme: um comando da Polícia Militar. Não com 1 viatura, nem 2, mas 3 viaturas e 6 policiais, todos preparados para impedir que eu cometesse a simples infração de “dar um cagão”

Cagar é uma diversão

Final feliz…

É claro que eu não havia bebido pois estava trabalhando (sou um fodido, lembrem-se). Minha preocupação era outra: já havia preparado todo o meu organismo para evacuar em 2 minutos. Seria uma merda, literalmente, ser parado pela polícia. Eu estava cagando literalmente de medo. Chegando próximo ao comando, vi um policial caminhar em minha direção, com uma das mãos levantadas, sinalizando para que eu parasse. Neste momento, minha vida passou pelos meus olhos: lembrei da minha infância, das vezes que mijei na cama incluindo a do ano passado, pensei nas pessoas que votaram no Lula, pensei em quanto custaria pra trocar o estofamento do carro, quanto uma Panicat cobraria por um programa, etc. Enquanto eu divagava sobre tudo isso, o policial, que acredito firmemente que possuía poderes psíquicos, leu a minha mente (ou o meu olhar) e percebeu o meu desespero. Mais que rapidamente ele sinalizou para que eu continuasse. Um bom homem esse policial. Enfim, cheguei em casa em tempo hábil, corri para o banheiro e, finalmente… peidei. Sim, isso mesmo caros amiguinhos: peidei! Frustrante não? E lá estava eu, triste por ter sido enganado por meu próprio corpo, quando uma súbita e arrebatadora vontade de cagar surgiu, mais rápido que Testemunha de Jeová no portão da sua casa, e aí sim, uma bela obra de arte, mais parecida com um braço, foi criada. Enfim, uma história com final feliz! 🙂

Compartilhe essa bagaça:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • MySpace
  • Google Bookmarks
  • Print

Chupa, pastor

setembro 26, 2011 em Vídeos Youtúbicos

Vi essa no kibeloco, e não resisti. Estou dando risada até agora.
http://www.youtube.com/watch?v=AYMWrFICq3c
É o Google botando fé!

Compartilhe essa bagaça:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • MySpace
  • Google Bookmarks
  • Print

E não é que o cabeção acabou levando o dele?

setembro 22, 2011 em Notícias Comentadas

Não ficou bacana o clima para o apresentador e comentarista Neto, na Band. O ex-jogador andou dando entrevista ao canal Esporte Interativo (emissora UHF dedicada a esportes), e disse em um quadro (com um isqueiro sob a mão) que “não colocava a mão no fogo” por jornalistas como Milton Neves e Luciano do Valle, entre outros. A declaração irritou a direção da Band, farta de declarações deselegantes de seus contratados, na mídia –e muitas vezes uns contra os outros.

A emissora, como se diz nas ruas, chamou Neto “na chincha“. Humilde, o ex-jogador aceitou se retratar com o colega Neves.

Neto teve de se desculpar com Milton NevesBasta, han?!
Segundo Ooops! apurou, a irritação foi tamanha que foram dadas a Neto as opções de pedir desculpas ou pedir o boné. Ele sagazmente ficou com a primeira alternativa. A direção aproveitou o caso para alertar aos demais profissionais que é proibido criticar colegas de trabalho, sejam da Band ou outra emissora, nos programas da casa ou redes sociais. Se quiser falar mal de alguém no bar, na rua ou no estádio do Morumbi (que fica ali pertinho, aliás), tudo bem. Mas, criticar colegas no ar, tratem de tirar seus filhotes de mamíferos perissodátilos da precipitação pluviométrica (ou seja, seus cavalinhos da chuva). E já.

Outro lado
Procurada, a Band, por meio de sua assessoria, informou: “Obviamente, a emissora está atenta e trabalha para manter a harmonia, mas não houve nenhuma imposição ou ordem expressa ao Neto.”

Precedente 1
A Band está escaldada com picuinhas e a língua ferina de seus profissionais. Em 2008, Luciano do Valle, ao vivo, também detonou Neves e o próprio Neto, causando grande constrangimento.

Precedente 2
Cerca de duas semanas atrás foi a vez de Rafinha Bastos ter se desculpar com Daniela Albuquerque, da RedeTV!, depois de chamá-la de “cadela” numa brincadeira, durante o “CQC”.

Fonte: folha.uol.com.br

Compartilhe essa bagaça:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • MySpace
  • Google Bookmarks
  • Print

Tabela de preços

julho 27, 2011 em Caqui Utilidade

Achei uma oficina aqui na terrinha que tá entupida de serviço e rachando de ganhar dinheiro. Dá só uma olhada na tabela de preços. Coisa fina, muito bem montada, muito sutil. Só não vou passar o nome e o enderêço porque o sujeito não está dando conta do serviço, e já tá formando fila. Eu não levo meu carro lá. Não por causa da fila. É que não sou doido.

TABELA DE PREÇOS

 

SERVIÇOS

VALOR

Besteirinha

R$   10,00

Quebra um galho

R$   20,00

É só mudar uma coisinha

R$   15,00

Mudar só isso

R$   20,00

Prá ver como fica

R$   15,00

Favor

R$   10,00

Favorzinho de amigo

R$   50,00

É coisa rápida

R$   30,00

É meu amigo

R$ 250,00

Não leva 5 minutos

R$ 100,00

Testadinha

R$     5,00

É rapidinho

R$   25,00

Eu já vi o que é

R$   30,00

É só um negocinho

R$   40,00

Dá um jeitinho

R$   35,00

Depois eu acerto Preço sob consulta
Até logo É de graça

Coisa de patrão:

Tecnologia de primeiro mundo cuidando do seu carro.

Compartilhe essa bagaça:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • MySpace
  • Google Bookmarks
  • Print

Dia dos Namorados

junho 11, 2011 em Vídeos Youtúbicos

Que dia bonito, que dia tão feliz! Ah, como o amor é lindo, belo, maravilhoso. O coitado vai se estrepar até o fim do ano que vem no cartão de crédito só pra comprar o presente para sua amada, que finge gostar da bagaça, depois soca ele no fundo de uma gaveta e esquece aquela coisa brega, sem noção, que o futuro corno inventou de comprar. E ele vai se afundar mais ainda pagando o jantar, o passeio, essas coisas todas que a mulherada finge que gosta, só pra sorrir e se deliciar vendo o otário – que ela chama de “mô” (ai, mô, não precisa, ai mô, ce tá gastando demais, ai mô, pra que tudo isso?) – torrar o dinheiro que ganhou com tanto esforço.

Pensando nisso, a Banda Balaio de Gato resolveu fazer uma homenagem a este dia tão significativo na vida de muitos casais. Neste dia em que se decidem noivados, casamentos, amigações, e por aí vai. Nada melhor que essa visão romântica do namoro, que é como um poço sem fundo. O cara sabe que vai se arrebentar, mas pula do mesmo jeito.

_____
Mas tudo tem solução. Se o namoro não der certo e você tomar um pé na bunda, se junte com outro na mesma situação e monte uma dupla sertaneja. Pelo menos você tem a chance de recuperar o dinheiro gasto com aquela vadia.

Compartilhe essa bagaça:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • MySpace
  • Google Bookmarks
  • Print

E os caras continuam

maio 26, 2011 em Vídeos Youtúbicos

Como será que funciona a cabeça desse povo? O cara sabe que o troço que ele armou não é seguro, não é confiável, mas mesmo assim apronta, se arrisca a se machucar, a ficar aleijado e até morrer. Se não fizer a cagada e ela não for filmada para que todo mundo veja o tamanho do mico, parece que a vida está incompleta. Será vontade de dar a bunda?

Arremessar bituca de cigarro e levantar copo de cerveja dá muito menos trabalho e é mais divertido. E ninguém se interessa em filmar.

Compartilhe essa bagaça:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • MySpace
  • Google Bookmarks
  • Print

E não é que o sequestrador se lascou?

janeiro 11, 2011 em Vídeos Youtúbicos

Gente, eu quase caí da cadeira de tanto rir! Esse diálogo é foda! Deve ser fake, mas a idéia foi genial!

Compartilhe essa bagaça:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • MySpace
  • Google Bookmarks
  • Print

Gol é gol

setembro 14, 2010 em Vídeos Youtúbicos

Como dizia o grande Dadá Maravilha: “não existe gol feio; feio é não fazer gol”. Olha só o que esse pateta desse goleiro fez. Defendeu o pênalti, bateu no peito, beijou a camisa, fez a graça com a torcida, mas se esqueceu de olhar prá que lado foi a bola depois da espalmada. Nos 00:19 do vídeo ele aparece fazendo aquela pose de “peidaram ou cagaram, não sei quem fui”…

O resto do time deve ter enfiado chutado muitas bolas no “gol” dele, no vestiário, após o jogo.

Compartilhe essa bagaça:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • MySpace
  • Google Bookmarks
  • Print

Vocação vem de berço

agosto 29, 2010 em Imagem do Dia

É assim que começa. Que os otários das gerações futuras preparem os bolsos, porque a pegada vai ser violenta.

 

Compartilhe essa bagaça:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • MySpace
  • Google Bookmarks
  • Print

Sanduíche com fio dental

agosto 25, 2010 em Notícias Comentadas

Um homem de Takoradi, em Gana, encontrou uma calcinha fio-dental dentro de um pacote de pão típico da região, o kenkey, na segunda-feira. Segundo os jornais Mirror e Modern Ghana, Isaac Ato Nzeh, 33, comprou a iguaria africana e abriu a embalagem no dia seguinte junto com um amigo. Ao tirar as folhas que envolvem a massa, ele percebeu um pedaço de tecido, mas acreditou que era apenas um fiapo. Quando Nzeh resolveu verificar, encontrou a calcinha fio-dental verde e preta dobradinha. Esse tipo de alimento é embalado durante a noite, diz o Mirror, o que explicaria o engano (??). Mas a publicação faz questão de ressaltar a crença de que o incidente teria conotações espirituais. A calcinha e o kenkey estão sob custódia da Comissão de Alimentos e Remédios de Gana para investigações posteriores.

Devem ter confundido com alface. Mas se a calcinha era a alface, imagina a “maionese” que colocaram no pão que o sujeito ia comer, ou deve ter comido.

Esqueci: achei no Utilidades Publicas. Notícia original aqui.

Compartilhe essa bagaça:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • MySpace
  • Google Bookmarks
  • Print