A fórmula para entender as mulheres…

julho 7, 2010 em Imagem do Dia

“… e assim, caros alunos, encontramos a fórmula para entender as mulheres”.


Compartilhe essa bagaça:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • MySpace
  • Google Bookmarks
  • Print

TPM: Precisa explicar mais?

maio 22, 2010 em Diário da Mi

As mulheres entenderão e se identificarão com meu texto e os homens terão a oportunidade de entender um pouco sobre esse estranho bicho que sangra por 5 dias e não morre!

Sabe aqueles dias em que vc é dominada por aqueles umpa-lumpas malignos e minúsculos que habitam seu ser chamados hormônios? Sim, aqueles dias em que você acorda e quer ser teletransportada para outra dimensão onde ninguém te encha o saco? As vezes me pergunto: por que temos que passar por isso? Por que? Li uma matéria uma vez que dizia que a TPM começa até 15 dias antes e vai até 2 dias depois daqueles dias sangrentos. São 17 dias! Mais de meio mês! É justo isso? Só porque a tonta da Eva comeu o tal fruto (que não sei porque ficou popularizado como a maçã, já que não falam que fruta era).

Mas também, ô historinha mal contada, hein? Se ela deu origem a toda vida humana, quem me explica de onde vieram os loiros, os negões, os japas… Enfim, agora nós mulheres temos que aguentar essa tortura todo mês? Tudo por culpa da Eva?

Só uma mulher sabe o que é ir dormir linda e maravilhosa e acordar se sentindo uma leitoa, inchada, dolorida, a única vantagem é ficar peituda, mas dói até para andar. Você levanta, se olha no espelho e a Cinderela do dia anterior virou abóbora de Halloween. A sobrancelha te dá um aspecto de poodle sem tosa, você mal consegue enxergar. Se te chamarem de gatinha, você tem certeza que é por causa do seu bigode, que faz você ter certeza que seus ancestrais vieram para o Brasil nas caravelas de Cabral. O cabelo… ah, o cabelo… faz você se sentir o próprio Valderrama! E aqueles vulcões em erupção que brotam na sua pele, nos locais mais impossíveis de se disfarçar?

Como se tudo isso não bastasse, você ainda é obrigada a andar com um travesseiro no meio das pernas, como se isso fosse a coisa mais natural do mundo, ou pior, com uma rola rolha com uma corda pendurada, que inevitavelmente ficará para fora do seu biquíni caso você invente de ir para a piscina, para a praia, ou tomar sol no quintal. Ainda querem que você fique feliz? Que chegue sorrindo ao trabalho e dê bom dia para todo mundo?

BOM DIA É O CARALEO!

 —

Update – 25/05/2010 – 12:14h:

Esse post foi corrigido pois faltou um “H” no rolHa. Embora a carapuça também tenha servido, preferi ser fiel as origens! Kkkk! Alteramos aqui ó: “como se isso fosse a coisa mais natural do mundo, ou pior, com uma rola rolha com uma corda pendurada”.

Compartilhe essa bagaça:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • MySpace
  • Google Bookmarks
  • Print