Carta a um pai

setembro 7, 2011 em Piadas Infames

Eu tinha pensado em postar alguma coisa sobre a Independência do Brasil, mas todo ano todo mundo faz isso, até o Governo Federal promove parada militar para comemorar a data. No dia sete de setembro a gente comemora a Independência do Brasil. No dia vinte e cinco de dezembro a gente celebra o nascimento de Jesus Cristo. Aí, dia trinta e um de dezembro comemoramos o Ano Novo. Depois do Carnaval, a gente aproveita a Semana Santa e mata Jesus Cristo, sem esquecer de malhar o Judas três dias depois. Em setembro, novamente comemoramos a Independência do Brasil, para novamente em dezembro celebrarmos o nascimento de Jesus Cristo, para em trinta e um de dezembro comemorarmos o ano novo, para que depois do próximo Carnaval Jesus Cristo morra novamente, num ciclo eterno, mantendo uma rotina besta, sem nenhum sentido plausível. A única vantagem nessa história é que sempre é feriado. Por isso, hoje teremos uma coisa diferente, que, de certa maneira, também lembra independência.

Aí pai, as aparências enganam, ui!

O pai entra no quarto do filho e vê um papel sobre a cama.
Ele vai até lá, já temendo o pior, e começa a ler:
“Caro papai. É com grande pesar que lhe informo que estou fugindo com meu novo namorado, o Juan. Estou apaixonado por ele. É muito gato, com todos aqueles piercings (apesar de não ser um alemão adorador dessas coisas), tatuagens e aquela super moto BMW que eu a-do-ro! Mas não é só por isso. Descobri, finalmente, que não gosto de mulheres de jeito nenhum, e como sei que o senhor nunca vai consentir com nossa relação, resolvemos fugir e ser felizes vivendo num “trailer”. Juan quer adotar filhos comigo, e sempre foi o que eu quis para mim. Ele acha que eu, nossos filhos adotivos e seus amigos “gays” podemos viver em perfeita harmonia. Não se preocupe papai, eu já sei me cuidar. Apesar dos meus 15 anos já tive várias experiências com outros caras e tenho certeza que Juan é o homem da minha vida. Um dia eu volto, para que o senhor e a mamãe conheçam os nossos filhos. Um grande abraço, e até algum dia. “De seu filho, com amor.”

O pai, já quase desmaiando, continua lendo:

PS: Pai, não se assuste. É tudo mentira. Estou na casa da Mariana, nossa vizinha. Só queria mostrar pro senhor que existem coisas muito piores que as notas vermelhas do meu boletim que está na primeira gaveta do seu armário. Abraços, pai. “Seu filhão. Burro, mas macho!”


Compartilhe essa bagaça:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • MySpace
  • Google Bookmarks
  • Print

Mais uma do moleque

agosto 4, 2011 em Piadas Infames

Joãozinho de novo – Inédita e ótima!

– Joãozinho estava brincando no playground da escola, quando viu o carro do seu pai passando em direção ao mato atrás da escola… seguiu o carro e viu seu pai e tia Jane, se abraçando apaixonadamente!!! Joãzinho achou isso tão excitante, que não se conteve e correu pra casa para contar pra sua mãe o que tinha visto …
– Mamãe, mamãe, eu estava no playground da escola, quando vi o carro do papai indo pro mato com a tia Jane dentro… Eu fui atrás pra ver e ele tava dando o maior beijo na tia Jane….depois ele a ajudou a tirar sua blusa… aí a tia Jane ajudou o papai a tirar suas calças e depois a tia Jane….’
Nesse ponto a mamãe o interrompeu e disse:
– Joãozinho, essa é uma estória tão interessante, que tal você guardar o resto dela pra hora do jantar?…. eu quero ver a cara do seu pai, quando você contar tudo isso hoje à noite!’
Na hora do jantar, a mamãe pediu ao Joãozinho pra contar sua estória… Joãozinho então começa:
– ‘Eu tava brincando no playground da escola, quando vi o carro do papai indo pro mato com a tia Jane dentro… aí, fui correndo atrás pra ver e ele tava dando o maior beijo na tia Jane…aí ele a ajudou a tirar sua blusa… aí a tia Jane ajudou o papai a tirar suas calcas e depois a tia Jane e o papai começaram a fazer as mesmas coisas que a mamãe e o tio Bill faziam, quando o papai estava no exército …’
Nesse ponto a mamãe desmaiou!

_________________________
Moral da estória: dê atenção a quem estiver falando com voce e escute tudo até o final, antes de tirar sua próprias conclusões!

Compartilhe essa bagaça:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • MySpace
  • Google Bookmarks
  • Print

Pereba não resistiu… #2

abril 27, 2011 em Piadas Infames

A piada é infame por demais da conta, mas ainda dá pra fazer uma graça.

Atenção criançada, pronunciem direito.

A professora chega atrasada à aula. Esbaforida, coloca o material na mesa e se vira para o quadro negro para começar a escrever. Só que, nessa virada, ela torce o pé e cai. A molecada se segura para não cair na gargalhada. Ela se levanta rapidamente, e envergonhada, pergunta:

– Voces viram a minha ligeireza?

E como sempre, um espírito de porco responde:

– Vimos sim, professora!

Ela sorri aliviada, enquanto o aluno continua:

– Só que a gente conhece ela por outro nome!

Compartilhe essa bagaça:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • MySpace
  • Google Bookmarks
  • Print

Imagem do ano?

janeiro 6, 2011 em Imagem do Dia

Olá amiguinhos! Ano novo, vida nova, certo? ERRADO! Você vai continuar pobre como antes (exceto se ganhou na Mega Sena), feio/feia como antes, chato/chata. O fato de mudarmos de 2010 pra 2011, não muda nada. Só o número 1 no final. Ha ha ha! É claro que é brincadeira: vocês não são pobres, feios ou chatos; só loucos.

E por falar em loucura, muitas imagens loucas, pra não dizer bizarras, marcaram o ano de 2010, mas a imagem abaixo nos marcará pelos próximos quatro anos.

Compartilhe essa bagaça:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • MySpace
  • Google Bookmarks
  • Print

Jingle Bell, Jingle Bell, acabou o papel #2

dezembro 23, 2010 em Diário do Pereba

Natal é foda. É a única data que todo mundo te enche o saco e você não pode mandar ninguém pra puta que o pariu! Tudo quanto é entidade: LBV, Exército da Salvação, igrejas evangélicas (cheias de “boas intenções” com o dinheiro dos outros), ONG, deputado, confraria, padre, lixeiro, pedinte, vem com uma mensagem de fim de ano, onde expressam a esperança no nascimento de Jesus e no ano que se inicia. Então, ilustrando essa merda toda, vejam o editorial do jornalzinho publicado por um sindicato aqui da terrinha. Quem quiser saber onde é, que preste atenção e ache o nome da porra. Uma dica: não é Salto/SP. O chamado à “reflecção” é obra de gênio, e deve ser “refleccionado” com muita seriedade! 

É por isso que Rui Barbosa vive dando cabeçadas na tampa do caixão!
Compartilhe essa bagaça:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • MySpace
  • Google Bookmarks
  • Print

A evolução da educação

agosto 27, 2010 em Na Geral

Antigamente se ensinava e cobrava tabuada, caligrafia, redação, datilografia… havia aulas de Educação Física, Moral e Cívica, Práticas Agrícolas, Práticas Industriais e cantava-se o Hino Nacional, hasteando a Bandeira Nacional antes de iniciar as aulas…

Leiam o relato de uma Professora de Matemática:
Semana passada, comprei um produto que custou R$ 15,80. Dei à balconista R$ 20,00 e peguei na minha bolsa 80 centavos, para evitar receber ainda mais moedas. A balconista pegou o  dinheiro e ficou olhando para a máquina registradora, aparentemente sem saber o que fazer. Tentei explicar que ela tinha que me dar 5,00 reais de troco, mas ela não se convenceu e chamou o gerente para ajudá-la. Ficou com lágrimas nos olhos enquanto o gerente tentava explicar e ela aparentemente continuava sem entender.
Por que estou contando isso? Porque me dei conta da evolução do ensino de matemática desde 1950, que foi assim:

1. Ensino de matemática em 1950:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda.
Qual é o lucro?

2. Ensino de matemática em 1970:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda ou R$ 80,00. Qual é o lucro?

3. Ensino de matemática em 1980:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
Qual é o lucro?

4. Ensino de matemática em 1990:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
Escolha a resposta certa, que indica o lucro:
(  )R$ 20,00 (  )R$ 40,00 (  )R$ 60,00 (  )R$ 80,00 (  )R$ 100,00

5. Ensino de matemática em 2000:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. 
O custo de produção é R$ 80,00.
O lucro é de R$ 20,00.
Está certo?
(  )SIM (  ) NÃO

6. Ensino de matemática em 2009:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
Se você souber ler, coloque um X no R$ 20,00.
(  )R$ 20,00 (  )R$ 40,00 (  )R$ 60,00 (  )R$ 80,00 (  )R$ 100,00

7. Em 2010 está sendo assim:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é R$ 80,00.
Se você souber ler, coloque um X no R$ 20,00. (Se você é afro descendente, especial, indígena ou de qualquer outra minoria social não precisa responder).
(  )R$ 20,00 (  )R$ 40,00 (  )R$ 60,00 (  )R$ 80,00 (  )R$ 100,00 

Imaginem como vai ser em 2011!


 

E se um moleque resolver pichar a sala de aula e a professora fizer com que ele pinte a sala novamente, os pais ficam enfurecidos pois a professora provocou traumas no marmanjo, quer dizer, na criança.

_____

Colaboração da Gisele Clara.

Compartilhe essa bagaça:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • MySpace
  • Google Bookmarks
  • Print

Retardados

agosto 25, 2010 em Vídeos Youtúbicos

O que seria do mundo sem eles?

Pelo menos conseguiu escapar da aula, que pelo jeito tava chata pra caralho!

Compartilhe essa bagaça:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • MySpace
  • Google Bookmarks
  • Print