Chuvas de “granito” e o uso racional da água

novembro 12, 2012 em Diário do Roger

Desde os primórdios até hoje em dia, o homem ainda faz o que o macaco fazia, de uma maneira geral, é um ser que escreve e fala errado. Isso é fato! Não importa nível hierárquico, grau de instrução, classe da sociedade: a burrice está em todos os cantos! Esses dias eu ouvi dizer que estava chovendo “granito”. Sim, granito, aquela pedra que tem na sua cozinha. Caraca! Uma chuva de granito seria um fenômeno que faria o furação Sandy parecer um ventinho do litoral! Há há há (sim eu rio das minhas piadas). E só pra constar, a palavra correta neste caso é “granizo”, ok? E granito não é aerolito…

Aliás, granito me lembra pia, que lembra água e por falar em água, na cidade de Salto de Itu/SP tem multa pra quem for pego lavando o quintal ou lavando a calçada! Não pode mais! O prefeito diz que é algo pela sustentabilidade da cidade mas a gente sabe que no fundo, no fundo ele só quer foder com a população, incluindo a pessoa que vos escreve, que também mora na pequena e pacata Jump City from Itu. Mas só não pode lavar quintal, ok? Encher piscina ou ficar dando descargas no vaso sanitário só pra ver o espírito da loira do banheiro pode!

Reutilizando a água da máquina de lavar…

Mas com relação ao uso da água, é óbvio que temos que usar o bom senso e utilizá-la de maneira moderada. Eu mesmo, entrei na campanha e só tô utilizando a minha própria mangueira (que não passa de uma torneirinha) pra lavar o quintal. O cheiro não é dos melhores mas, pelo menos, o quintal fica livre da poeira. 🙂

Compartilhe essa bagaça:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • MySpace
  • Google Bookmarks
  • Print

Homem tatua “cocô” nas costas de namorada

novembro 29, 2011 em Notícias Comentadas

“Homem tatua fezes nas costas de namorada”

Só uma coisa é certa: a tatuagem ficou uma merda!

Compartilhe essa bagaça:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • MySpace
  • Google Bookmarks
  • Print

Collor, melhor que Lula?

maio 27, 2010 em Na Geral

24 (ui) motivos comprovam porque Collor foi melhor que Lula

1 – Tinha uma cunhada gostosa;
2 – Falava Português;
3 – Falava Inglês e Francês também;
4 – Tinha 10 dedos nas mãos; 
5 – Bebia Whisky, e não cachaça 51;

Molusco com cara de lango-lango e sim, essa é uma imagem “lulamente” ilustrativa

6 – Não tomava porre;
7 – Não tinha a aparência de um sapo barbudo;
8 – Era esportista, não sindicalista;
9 – Sabia a diferença entre “tatame” e “tapume”;
10 – A primeira dama “dava pro gasto”; 
11 – Não era petista;
12 – Sabia assinar o nome;
13 – Exercia a presidência;
14 – Já trabalhara algum dia na vida;
15 – “Cheirava” bem;
16 – Pronunciava “sim” sem cuspir; 
17 – Não tinha voz de bêbado;
18 – Sabia falar de improviso sem dizer besteira e cometer gafes;
19 – Não era corinthiano;
20 – Não se dizia dono da ética; 
21 – Mentia sem subestimar nossa inteligência;
22 – A mãe também nasceu analfabeta e desdentada, como todas, mas ele não se gabava disso;
23 – Foi amamentado com leite de vaca, não com leite de magnésia;
24 – Não completou o mandato! 

Collor estava indo bem até o item 23. No 24 ele ficou bravinho...

— 

Uma coisa não é certa: não dá para saber qual dos dois foi (ou está sendo) pior. Nenhum dos dois presta, ou se um não presta o outro não vale nada. É o tal lance da bosta x merda: uma batalha árdua… e fédida, claro.
Compartilhe essa bagaça:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • MySpace
  • Google Bookmarks
  • Print