Infame, mas divertida

agosto 12, 2011 em Piadas Infames

  
Ô, escrivão viado!

Colocaram um anúncio no jornal: “Precisa-se de locutor de rádio.”

Aparece um candidato.

Na hora da entrevista ao declarar seu nome ele diz: Pa-pa-paulo da Sil-sil-va Sou-sou-sou-za.
O entrevistador fica puto da vida: “- Mas, rapaz, como é que uma estação de rádio vai contrar um gago para ser locutor?”
E o candidato responde: “- Eu não sou gago. Meu pai é que era gago. E o escrivão do cartório era um filho-da-puta!”

Compartilhe essa bagaça:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • MySpace
  • Google Bookmarks
  • Print

Certidão de nascimento

fevereiro 2, 2011 em Piadas Infames

O velho tá a fim de me sacanear

Um cidadão (não digo mais a nacionalidade para não criar polêmica, cizânia ou inimizades), um belo dia adentra (termo bonito) o Cartório de Registro Civil:
– Bons dias! Gostaria de registraire o meu filho, que acabou de nasceire!
E o escrivão, todo solícito:
– Pois não, vamos já cuidar disso. Qual vai ser o nome da criança?
Arquibancada do Vasco!
– Impossível, meu senhor, com esse nome eu não posso registrar!
– Ora, mas por quê? O filho é meu, ó pá, nem o nome eu posso escolher?
– Não é isso meu senhor. É que Arquibancada não é nome de pessoa. É nome de assento em estádio de futebol. Não pode. Se fosse Manoel, Joaquim ou outro nome parecido seria fácil, mas esse é impossível. Não tem como registrar.
– Mas, ó pá, meu vizinho colocou um nome parecido no filho e ninguém falou nada!
– E qual foi o nome que ele colocou?
Geraldo Santos.

Compartilhe essa bagaça:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • MySpace
  • Google Bookmarks
  • Print

Por que não pode?

setembro 2, 2010 em Piadas Infames

O português entra no cartório, a fim de registrar o filho:

  – Ora, pois, eu gostaria de registraire meu filho, um gajo que acabou de nasceire.

– Ah, sim, qual é o nome da criança?

Arquibancada do Vasco.

– Não, não, o senhor me desculpe, mas com esse nome eu não posso registrar seu filho. Isso não é um nome, é o espaço de um estádio de futebol. Não é possível registrar.

– Mas, ó pá, o meu vizinho registrou o filho com um nome parecido com esse e ninguém falou nada!

– Qual foi o nome que o seu vizinho escolheu?

Geraldo Santos!

imagem luzitanamente ilustrativa

Compartilhe essa bagaça:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • MySpace
  • Google Bookmarks
  • Print