Fui enganado!

outubro 30, 2011 em Diário do Pereba

Fim de ano chegando, eu já com a boca cheia d’água esperando o 13º Salário, que dá prá pagar as contas atrasadas, comprar uma calça, uma camisa e um par de sapatos, que terão que durar até o próximo 13º salário. Que vai ajudar a fazer o churrasco do Natal e Ano Novo. Aí me aparece um sujeito e joga um balde de água fria na minha animação.

Até a estampa das notas está de cara triste.

Acho que ninguém tinha feito essa conta antes.  Na Inglaterra, os trabalhadores recebem o salário semanalmente. Mas há sempre uma razão para as coisas acontecerem, e os trabalhadores ingleses, membros de uma sociedade mais amadurecida e crítica do que a nossa, não fazem nada por acaso. Pois, então, aqui está um exemplo aritmético simples que não exige altos conhecimentos de Matemática, basta alguns cálculos simples. É preciso lembrar que o 13º no Brasil foi uma inovação de Getúlio Vargas, o “pai dos pobres” e que nenhum governo depois do dele mexeu nisso.  Porquê? Porquê ninguém nunca mexeu? Porque o 13º salário não existe! Suponhamos que você ganha R$ 700,00 por mês. Multiplicando-se esse salário por 12 meses, você recebe um total de R$ 8.400,00 por um ano de doze meses.

R$ 700,00 X 12 = R$ 8.400,00

Em dezembro, o generoso governo obriga o seu patrão a lhe pagar  o conhecido 13º salário. 

R$ 8.400,00 + 13º salário = R$ 9.100,00  R$ 8.400,00 (salário anual) + R$ 700,00 (13º salário) = R$ 9.100,00 (salário anual mais o 13º salário) …

e o tonto vai para casa todo feliz com uma grana a mais no bolso, que caiu do céu.  Mas agora vamos fazer uma continha rápida:

Se o trabalhador recebe R$ 700,00 mês e o mês tem 4 semanas, significa que ganha por semana R$ 175,00. 

R$ 700,00 (salário mensal) dividido por 4 (semanas do mês) = R$ 175,00 (salário semanal) 

O ano tem 52 semanas (confira no calendário, se tiver alguma dúvida, seu jumento).

Se multiplicarmos R$ 175,00 (salário semanal) por 52 (número de semanas anuais) o resultado será R$ 9.100,00. 

R$ 175,00 (Salário semanal) X 52 (número de semanas anuais) = R$ 9.100,00 

O resultado acima é o mesmo valor do salário anual mais o 13º salário. 

Surpresa!!  Durante o ano o seu patrão só fez uma poupança com o seu salário, prá te deixar feliz em dezembro. 

______________

Conclusão: Você não tá levando vantagem nenhuma nessa história. Apesar que, se deixasse essa poupança por sua conta, voce ia acabar passando o Natal sem um “puto” no bolso, e tanto a patroa como as crianças não ganhariam presentes, chorariam como bezerros desmamados e deixariam de acreditar em Papai Noel.

Compartilhe essa bagaça:
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • MySpace
  • Google Bookmarks
  • Print

Hoje é dia de festa!

agosto 14, 2011 em Diário do Pereba

Hoje é dia de festa. Dia de homenagear aquele que te encheu de cascudos e te cobriu no pau quando voce era criança, que vivia reclamando da demora quando voce entrava no banheiro prá tomar banho com uma revista de mulher pelada debaixo do braço, que vivia querendo pegar o namoradinho da sua irmã na porrada, que fez suas vontades, que pagou (e ainda paga até hoje) suas despesas, que te empresta dinheiro a fundo perdido, ou seja, empresta já sabendo que nunca vai receber, que aguenta seu mau humor e seus porres, aquele que é seu melhor amigo e companheiro. Enfim, o cara mais maravilhoso do mundo: seu PAI! Pensando nisso, estou postando uma receita fácil que voce mesmo pode fazer e saborear junto com o velho, ao lado de um freezer cheio de cerveja gelada, prá passar o dia, jogando conversa fora.

CHIFELETTI DE BATATAS Ingredientes (6 pessoas):

  • 1 kg de batatas
  • 250g de farinha
  • 2 ovos
  • manteiga
  • óleo para fritar
  • sal e pimenta do reino
  •  

    Modo de preparo:Cozinhar as batatas com casca em água inicialmente fria e salgada. Escorrer, descascar ainda quentes e passar no espremedor, de modo a obter um purê que deve cair sobre uma tábua previamente coberta com a farinha.
    Juntar os ovos, uma colher pequena de manteiga, uma pitada de sal e outra de pimenta do reino. Trabalhar este composto com as mãos até que fique homogêneo.
    Abrir a massa obtida com um pau de macarrão sobre uma superfície com farinha, para que não grude. Cortar em discos de cerca de 4cm de diâmetro. Dobrar os discos formando meia-luas.
    Fritar a massa em uma frigideira grande com bastante óleo quente.
    Secar o excesso de óleo e servir bem quentes.      

    Ah, e para evitar brigas e ciumeiras desnecessárias, compra uma Coca e chama a sua mãe prá comer também, tadinha! Se bobear é ela que vai ter que fazer a receita…

    _______________

    Uma homenagem ao “Sêo” Emílio Rodrigues Lião. A benção, pai!

    Compartilhe essa bagaça:
    • Facebook
    • Twitter
    • LinkedIn
    • Tumblr
    • MySpace
    • Google Bookmarks
    • Print

    Vale a pena ver (de novo?)

    julho 24, 2011 em Diário do Pereba

    Quem sabe, no futuro pode até virar uma categoria no blog. Vai depender de eu ter ou não saco prá ficar procurando essas coisas. Por enquanto, vai o primeiro. É antigo, mas continua atual e é de rolar de rir. Sem contar que eu, pessoalmente, fiz a cagada de casar duas vezes na vida. Credo em Cruz! Se arrependimento matasse (ou desse dinheiro, nunca se pensou nessa hipótese)…


    ______
    Presta bastante atenção no vídeo Patty.

    Compartilhe essa bagaça:
    • Facebook
    • Twitter
    • LinkedIn
    • Tumblr
    • MySpace
    • Google Bookmarks
    • Print

    Aquecimento Global ou frio generalizado?

    junho 26, 2011 em Diário do Pereba

    Domingo, às 00:20h, estávamos eu e o Gabriel Lião passeando com aquele safado do Billy (esse é novo na parada, é o nosso cão fila… um grande “filadaputa”), e não estava frio. Levantei da cama (lógico, não podia levantar de outro lugar, a não ser que estivesse bêbado), e estava frio, mas não desses frios de vestir uma roupa mais quente. Aí, depois do almoço, caiu um chuvisqueiro, coisinha vasqueira, só pra mostrar que ainda tem água no céu. Então o bicho pegou.

    Um frio da encrenca, um vento gelado de fazer neguinho se encapotar e procurar abrigo em qualquer padaria pra tomar chocolate quente (eu pessoalmente prefiro cachaça, porque conhaque me da dor de cabeça, e chocolate tem açúcar, que também faz mal). Aí, fico pensando:

    Primeiro: O mundo vai acabar por causa do aquecimento global.

    Segundo: Se não houver uma mudança de atitude da humanidade e dos governos, haverá o aquecimento global.

    Terceiro: Se os habitantes das cidades do mundo não cuidarem do seu lixo, haverá o aquecimento global.

    Quarto: Se o lixo produzido pelas cidades do mundo não forem reciclados, haverá o aquecimento global.

    Quinto: O aquecimento global acabará com a vida na Terra.

    Sexto: Se realmente existe o tal do aquecimento global, que vai esturricar a Terra de tanto calor, “PORQUÊ É QUE AQUI NA TERRINHA TÁ FAZENDO ESSE FRIO DESGRAÇADO?”

    Pereba sob o frio, tentando se aquecer

    Compartilhe essa bagaça:
    • Facebook
    • Twitter
    • LinkedIn
    • Tumblr
    • MySpace
    • Google Bookmarks
    • Print

    Profissão de respeito

    junho 16, 2011 em Diário do Pereba

    Estou terminando um tratamento dentário. Todo mundo sabe a agonia que é isso. Não tem macho nessa terra que não ameace se borrar todo quando chega perto da cadeira do miserável ou, na sala de espera fica escutando aquele motorzinho inventado pelo Diabo. Por conta disso, resolvi postar uma pequena homenagem a esse grupo de sádicos, torturadores, pessoas que adoram saber que o coitado do paciente quase morreu de tanta dor. Sem contar que ainda cobram uma fortuna pelo que eles chamam de tratamento. “Chamam”, porque de tramento esse negócio não tem nada. É tortura, mesmo.

    Abre a boquinha, abre...

    Você me respeite que eu sou um dentista! (Dentista se impondo sobre seu colega manicure!)

    Fiz o vestibular pra medicina, mas só deu pra ser dentista. (99,9% dos dentistas sobre sua frustração!)

    Ah, também vou botar Doutor no meu cartão de visitas. (99,9% dos dentistas sobre seu marketing!)

    Sujeito que não foi inteligente o suficiente para ser médico, nem ignorante o suficiente para ser protético! (Opinião dos profissionais da saúde sobre Dentistas)

    São tão respeitados quantos as manicures e as cabeleireiras. (Opinião pública sobre Dentistas)

    É de comer ou de passar no cabelo? (Ronaldinho Gaúcho sobre Dentista)

    Se pudesse eu arrancava MIL! (Dentista sobre Dentes)

    Ele faz um excelente trabalho. (Capeta sobre Dentista)

    Não vai doer nadinha. (Dentista sobre polimento dentário)

    Algo semelhante a uma masmorra ou a um matadouro, onde voce ouve todos os gemidos e súplicas e sabe que será o próximo a sofrer. (Sobre a sala de espera do Dentista)

    Massa de sabor horrível que serve para engasgar o paciente, escorrendo para a garganta e provocando asfixia. Também é útil para impedir que o paciente peça socorro surante as sessões de tortura. (Sobre moldagens com alginato)

    Foram feitos para apodrecer e ferrar com a boca dos humanos. Quando nascem, reentortam os dentes, fazendo com que a pobre vítima faça novamente ortodontia, gerando um ciclo vicioso e maligno. (Sobre dentes do siso)

    Tortura crônica que pode durar vários anos, causando sofrimento interminável para a pobre, frágil e indefesa vítima. O aparelho desenvolve também um trauma psicológico, pois seus usuários inevitavelmente ganham apelidos pejorativos. (Sobre ortodontia)

    Especialidade dedicada às crianças para que se tornem adultos complexados e com medo de se tratar por toda a vida. (Sobre odontopediatria)

    Método de tortura mais cruel. A vítima é torturada por várias semanas e por fim ainda sai com o dente amarelado. (Sobre endodontia)

    É o método de tortura mais eficaz. A vítima escuta seus ruídos horripilantes já na sala de espera. O contato desse instrumento com o dente causa dor alucinante, em geral seguida de delírios e desmaios. (Sobre a broca)

    O dentista recém formado trabalha 16 horas por dia quase de graça e reclama do patrão explorador. Quando ganha nome, ele se torna o patrão explorador. (Sobre a odontologia)

    _____

    Achei no www.netdentista.com

    Compartilhe essa bagaça:
    • Facebook
    • Twitter
    • LinkedIn
    • Tumblr
    • MySpace
    • Google Bookmarks
    • Print

    Game: hoje não tem

    maio 6, 2011 em Diário do Pereba

    Pereba hoje não pode aproveitar o “Dia Mundial da Enrolação no Trampo“. Tem que correr atrás de presente pra mãe. Vai comprar um ar condicionado e um freezer pra “véinha”: um leque e um isopor de 50 litros.

    Compartilhe essa bagaça:
    • Facebook
    • Twitter
    • LinkedIn
    • Tumblr
    • MySpace
    • Google Bookmarks
    • Print

    Jingle Bell, Jingle Bell, acabou o papel #2

    dezembro 23, 2010 em Diário do Pereba

    Natal é foda. É a única data que todo mundo te enche o saco e você não pode mandar ninguém pra puta que o pariu! Tudo quanto é entidade: LBV, Exército da Salvação, igrejas evangélicas (cheias de “boas intenções” com o dinheiro dos outros), ONG, deputado, confraria, padre, lixeiro, pedinte, vem com uma mensagem de fim de ano, onde expressam a esperança no nascimento de Jesus e no ano que se inicia. Então, ilustrando essa merda toda, vejam o editorial do jornalzinho publicado por um sindicato aqui da terrinha. Quem quiser saber onde é, que preste atenção e ache o nome da porra. Uma dica: não é Salto/SP. O chamado à “reflecção” é obra de gênio, e deve ser “refleccionado” com muita seriedade! 

    É por isso que Rui Barbosa vive dando cabeçadas na tampa do caixão!
    Compartilhe essa bagaça:
    • Facebook
    • Twitter
    • LinkedIn
    • Tumblr
    • MySpace
    • Google Bookmarks
    • Print

    Emails, séries, música, bobagens e afins

    novembro 28, 2010 em Diário do Pereba

    A companheira Patty me mandou um e-mail com umas imagens que me lembrou do seriado C.S.I. Gosto das estórias daquele seriado. Eu e o Gabriel trocamos ideias por telefone durante a zorra toda, tentando descobrir quem foi o mané que fez a trapalhada. Não vou mostrar o vídeo que recebi, porque é muito forte, até eu, que só não bebo acetona porque tira o esmalte dos dentes fiquei impressionado. Mas, continuando, fiquei um tempão querendo saber daquela musiquinha que toca no começo de cada episódio. Demorei prá descobrir, porque como meu inglês é fluente, não consigo passar do “the book is on the table”, eu não sabia se o cara cantava “blue oil” ou “blue eyes”. Com muito custo eu consegui descobrir que ele canta “who are you?” Segue o vídeo, da banda The Who, bom pra caramba.

    Compartilhe essa bagaça:
    • Facebook
    • Twitter
    • LinkedIn
    • Tumblr
    • MySpace
    • Google Bookmarks
    • Print

    Filho desnaturado

    setembro 5, 2010 em Diário do Pereba

    Já faz um certo tempo que venho ensinando o Gabriel Lião a jogar xadrez, não prá competir, e sim prá desenvolver o raciocínio, aprender a pensar, essas coisas. Como sou eu quem ensino, nunca mostro o caminho das pedras, sempre deixo uma brecha, assim eu ganho todas as partidas. Pois não é que no sábado à noite o safado largou um bispo solto no tabuleiro e me venceu? A minha Rainha já tinha cercado o Rei dele, ele já tinha um Cavalo ou uma Torre perdidos, era só eu escolher. De repente me aparece um Bispo sabe lá de onde e toma meu Rei. Isso é um desaforo! A gente vê nascer, passa noites sem dormir, preocupado com a criança que não para de chorar, dá carinho, dá roupas, brinquedos, estudo, e depois o sujeito faz uma coisa dessas. Com o pai?

    O pai tá ferrado na minha mão, deixa ele!

    Compartilhe essa bagaça:
    • Facebook
    • Twitter
    • LinkedIn
    • Tumblr
    • MySpace
    • Google Bookmarks
    • Print

    Israel x Faixa de Gaza

    junho 2, 2010 em Diário do Pereba

    É interessante a polêmica criada em torno desse incidente envolvendo Israel e o comboio de suposta ajuda humanitária à Faixa de Gaza. Apesar de todo o “bafafá” que está sendo criado, das críticas que surgem de todo lado, essa história tem um lado simples que, se olhado de maneira racional, tem lógica. Vejamos:

    1 – Israel é um estado soberano. A faixa de Gaza é território de Israel, portanto, não é um estado soberano.

    2 – O comboio não pediu autorização a Israel para levar a suposta ajuda humanitária. Não informou quem estava a bordo, nem a relação dos recursos a serem distribuídos. Agiu como os sem-terra do Brasil, ou seja, “vamu lá, dá nada, não”.

    3 – Acusam o exército de Israel de atacar o comboio em águas internacionais. Ora, qualquer radar detecta se um navio, ou vários navios, estão tangenciando a costa ou estão embicando em sua direção. Quanto mais longe da costa se fizer a abordagem, melhor, prá todo mundo.

    4 – Quando da abordagem dos navios, alguma coisa aconteceu. É certeza que houve reação. Os soldados israelenses não iriam matar nove pessoas sem motivo. Se alguém morreu, é porque havia algo duvidoso no negócio. Talvez, algum ativista tenha soltado uma bombinha no pé de um soldado, só para insultar, e aí a coisa pegou. Soldado não é treinado para matar sem motivo.

    Não sou a favor de israelenses, nem de palestinos. Se esse povo tivesse vergonha na cara, estariam vivendo tranquilamente em paz, como é no Brasil. Infelizmente sustentam essa briga sem nenhum motivo justificável, a meu ver. Mas uma ONG inventar de invadir o quintal dos outros, sem pedir licença, e achar que não vai tomar porrada? Isso só acontece no Brasil do Movimento dos Sem Terra.

    Compartilhe essa bagaça:
    • Facebook
    • Twitter
    • LinkedIn
    • Tumblr
    • MySpace
    • Google Bookmarks
    • Print